Total de visualizações de página

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

CULTA DITADURA

A cultura é uma ditadura imposta
Lavagem-cerebral de tenra idade
Tensa é a mocidade por quebrar padrões
Um grilo rouco vencerá os loucos, Pinóquios e outras pedras?
Pular de pára-quedas é mais mortal do que parece
Será o lobo mau?
Ou maldade é a destreza de adestrá-lo?

Mito, mito, mito
Mil marchas sem brasões
Grito, grito, grito
Penúrias e aflições

Muitas posam de Chapeuzinho
Vermelho é a cor da estação
Temporada de caça aberta
Abra bem seu coração
E os olhos mais ainda
O falso amigo trai
Arquiteta sua queda

Mito, mito, mito
Mil marchas sem brasões
Grito, grito, grito
Penúrias e aflições

Aleije a mão do caçador
Estraçalhe o adestrador
Rebata choque com trovão
A audição do inimigo não é pára-raios
Seja relâmpago paralelo
Encandeie quem tenta lhe apagar
Faça da razão um elo

Mito, mito, mito
Mil marchas sem brasões
Grito, grito, grito
Penúrias e aflições

ATEU POETA

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

ATÉ NANDO




ATÉ NANDO

Até Nando é hostilizado

Por não comer da hóstia vil
Saber que vinho não é sangue
Salve, salve! Meu Brasil de livre arbítrio


Hipocrisia do Estado Laico
Religiosos pregam Inferno aos bons
Fazem o Paraíso fiscal dos maus

Até Nando! Até quando?

Atos torpes da mais profunda ignorância
Intolerância contra quem canta sua verdade
Atores do século XXI
Queriam estar na Idade Média


A Idade das Trevas acabou
Mas as bestas andam soltas pelo mundo
ATEU POETA

Pacoti-Ceará
09/09/2011
18h E 34 min